Connect with us

Hi, what are you looking for?

27/05/2022

Jogo Bruto

O ogro revestido de poder

A “casa do espanto” tem sido palco de cenas horríveis, nunca na história de Sinop se viu atos tão repugnantes como os que tem ocorrido.

Um presidente fraco, arrogante e que agora se mostrou racista e insensível as causas históricas na busca por igualdade social e racial.

Negar o racismo é negar o obvio e diminuir a luta negra no Brasil e fortalecer a discriminação colocando de forma simplória os crimes que a séculos os negros enfrentam na terra do Pau Brasil.

A desigualdade entre brancos e negros na sociedade brasileira é inquestionável e persiste com a fragilidade de políticas públicas para o seu enfrentamento. 

A senhora Maria Ana Nascimento se posicionou como mulher, negra e corajosa. Ela é presidente do Conselho Municipal de Promoção a Igualdade Racial de Sinop.

Maria esteve no que julgava ser a casa do povo, entregando convites para a programação das atividades que serão realizadas durante o mês de novembro. 20 de novembro é o dia da consciência negra, Lei Federal nº 12.519, de 10 de novembro de 2011 e em Mato Grosso a Lei – 7879/2002 foi instituida e ratificado o feriado no Estado.

Ela esperava dos representantes naquela casa, que eles compreendessem o papel de cada instituição no combate ao racismo e não que seu líder maior, neste caso o presidente da câmara, a tratasse com arrogância e discriminação criminosa.

O ato de racismo do senhor Elbio é tratado assim pela Presidente do Conselho: “Esse Sr. grosseiramente, disse ser contra qualquer projeto que visa garantir os direitos da população negra, deixando claro (em alto e bom tom) que seu voto será sempre contra.” Escreve Maria Ana Nascimento.

O silêncio dos pares é cumplice das  atitudes racistas deste senhor, Elbio por vez perdeu a grande oportunidade de ficar calado e nos privar de suas opiniões pouco realistas e completamente criminosas.

Estudos comprovam que na sociedade brasileira as diferenças sociais entre brancos e negros são nítidas no cotidiano. Além do aspecto econômico, no qual pessoas pretas e pardas (a combinação desses grupos forma a classificação negra, segundo o IBGE) são maioria entre as que possuem rendimentos mais baixos, a persistência de situações de maior vulnerabilidade, indicada por evidências nos campos da educação, saúde, moradia, entre outros, mostram evidente desequilíbrio na garantia de direitos em prejuízo para a população negra.
 
O texto é longo claro, mas me recusaria tratar de um tema tão pertinente com poucas palavras ou de forma simplória, como um pequeno erro de conduta de um ogro revestido de poder.

Ainda em tempo quero parabenizar o senhor João Calos, Presidente dos Conselhos Municipais, que repudiou em nota e áudio a atitude racista, discriminatória e criminosa do presidente da câmara Elbio Volkweis (Patriota).

Vale ressaltar que este senhor, o presidente da casa do espanto, nem de longe representa nossa cidade ou sua gente que é inclusiva, cheia de oportunidades para todas as raças, nacionalidades, credos e gêneros.
 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação