Mato Grosso, Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
TERRA ENVENENADA

Justiça determina soltura de vereador preso durante operação em Sinop

Ele foi preso durante oopearção Terra Envenenada que combate contrabando de agrotóxicos

Marcia Jordan

06/08/2021 às 10:06

Justiça determina soltura de vereador preso durante operação  em Sinop
Reprodução

O juiz da 5ª Vara Federal em Cuiabá, Jeferson Schneider,concedeu um habeas corpus de soltura a favor do vereador  Toninho Bernardes PL e mais 6 empresários da região . O vereaddor foi solta na manhã desta sexta-feira (06). 

Toninho foi preso na manhã de quarta-feira (03) durante operação Terra Envenenada com o objetivo de combater o ingresso, transporte e comercialização de agrotóxicos ilegalmente importados do Paraguai e da China. O produto entrava no Brasil pelo norte de Mato Grosso.  Ele estava preso no presídio Osvaldo Florentino Leite "Ferrugem".

Além do vereador  mais 6 empresários da região foram encaminhados a delegacia da Polícia Federal em Sinop. Durante a operação, o delegado Rodrigo Martins disse  que a principio o vereador seria um distribuidor local desses produtos.

Foram expedidos 15 mandados de busca e apreensão e 10 mandados de prisão pela Justiça Federal que foram cumpridos nas cidades de Sinop, Sorriso, Feliz Natal, em Mato Grosso, além de São Paulo/SP, Campo Grande/MS e Terra Roxa/PR. 

A investigação originou-se da análise do material e depoimentos colhidos na primeira fase da operação, em 2018, quando foi desmantelada organização criminosa e apreendida mais de uma tonelada de agroquímicos contrabandeados ou adulterados. 

Desde essa etapa inicial, a Polícia Federal intensificou as investigações e identificou grandes grupos de fornecedores regionais e nacionais, cujos líderes e integrantes foram presos na segunda fase. 

Foram apreendidos documentos e materiais de interesse para investigação, agrotóxicos, além de armas irregulares.