Mato Grosso, Sexta-Feira, 18 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
PRIORIDADE

MT consegue autorização para vacinar profissionais da Educação

10% das vacinas que chegar para a primeira dose será destinado aos trabalhadores da Educação

Da Redação

20/05/2021 às 10:10

MT consegue autorização para vacinar profissionais da Educação

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) atendeu ao pedido do Governo de Mato Grosso e decidiu que a vacinação contra a Covid-19 dos trabalhadores da Educação poderá começar após o término da imunização dos profissionais da Segurança Pública. 

A deliberação foi feita em reunião colegiada, na tarde desta quarta-feira (19.05), e será precedida de uma resolução técnica. Ficou decidido que, após a conclusão da vacinação dos profissionais da Segurança Pública, 10% do quantitativo que chegar para a primeira dose será destinado aos trabalhadores da Educação. 

A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-MT) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) e as decisões validadas pela Comissão precisam ser unânimes.

Neste contexto, a inclusão da pauta pela vacinação dos trabalhadores da Educação foi proposta pelo Governo de Mato Grosso.

“Fizemos esse pedido de prioridade máxima para vacinar os profissionais da Educação, pois entendemos a importância dos serviços que eles prestam e também para termos plenas condições de fazer o retorno às aulas presenciais. Educação é um serviço essencial”, afirmou o governador Mauro Mendes.

O secretário estadual de Saúde e presidente da CIB, Gilberto Figueiredo, enfatizou que o público de trabalhadores da Educação já está contemplado pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde. 

“O Estado de Mato Grosso trabalhou para viabilizar a antecipação da imunização desta categoria. Como essa quantidade de doses já está sendo direcionada para o público da Segurança Pública, nós iremos apenas redirecionar para outro grupo – o que não vai prejudicar o esquema vacinal de outros públicos que estão sendo imunizados”, esclareceu o gestor. 

Até o momento, não há uma data para o início da imunização, visto que a vacinação dos trabalhadores da Educação está condicionada à conclusão da imunização dos profissionais da Segurança Pública. 

O presidente do Cosems, Marco Antônio Norberto Felipe, também avaliou a medida como positiva para o Estado de Mato Grosso. 

“Deliberamos essa pauta em reunião com mais de 70 secretários municipais de Saúde. É uma conquista muito grande para o Estado e, principalmente, para todos os trabalhadores da Educação. Sabemos que muitos municípios possibilitarão o retorno às aulas nas próximas semanas e nada mais justo do que iniciar a vacinação desses trabalhadores o quanto antes”, disse ao agradecer o empenho dos secretários municipais e da SES-MT.

 

Fonte - Assessoria