Connect with us

Hi, what are you looking for?

19/08/2022

Geral

Com muitas filas, prazo para biometria vai ampliar

Com filas virando as esquinas nos pontos de cadastramento biométrico em Cuibá, Várzea Grande e Sinop e com gente chegando de madrugada para garantir o direito ao voto, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso já tem o entendimento de que o prazo que terminaria dia 2 de fevereiro vai ter que ser ampliado, provavelmente até 30 de março.

A biometria é obrigatória nessas cidades para garantir o voto nas próximas eleições, já que será quesito de identificação.

Assessoria de Imprensa do TRE-MT explica que o tribunal está de recesso até 20 de janeiro e na primeira sessão do ano, dia 24, o assunto será votado e aprovado pelo Pleno.

Isso porque, na capital, por exemplo, somente 35,7% dos eleitores já fizeram a biometria, de acordo com sistema de cadastro dos eleitores do Brasil do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em Várzea Grande, quase a metade se cadastrou (46%). Sinop está em melhor condição, com 64% cadastrados.

Entre as maiores cidades de Mato Grosso, Rondonópolis já concluiu este trabalho, assim como 23 outros municípios menores. Os demais também farão isso mas somente após o pleito deste ano.

Quem não fizer a biometria terá o título de eleitor cassado e, por consequência, o CPF, o que complica a vida do cidadão. Sem títutlo, dificulta a matrícula em escolas, empréstimo bancário, a aquisição de convênios e até no caso de pleito de certos empregadores, que exigem título.

Só não ficam sem o CPF idosos com 70 anos ou mais. Esses, se não fizerem a biometria, só não vão poder votar, o que não é obrigatório nesta faixa etária, não sendo necessário nem justificar.

O prazo nacional para encerramento do cadastramento biométrico é 9 de maio. O TRE explica que desta data até outubro terá que atualizar o sistema eleitoral com os dados de todos os eleitores, porque, quando chegarem às urnas, precisam encontrar nome e documentos corretos.

O tumulto nos pontos de recadastramento – o que não tem ocorrido somente nas cidades de Mato Grosso, mas nas demais do país que estão passando por este mesmo processo – para o TRE, demonstra que o brasileiro deixa tudo para última hora. Porém, não é possível afirmar que isso tenha relação com a intenção das pessoas em garantir o voto para vendê-lo.

Confira os pontos de cadastramento em Cuiabá, VG e Sinop e os horários de funcionamento.

CUIABÁ

Casa da Democracia, anexo ao prédio do TRE (avenida Rubens de Mendonça – CPA). Das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, sem intervalo para o almoço.
2º Subsolo do Goiabeiras Shopping. Das 10h às 20h, de segunda a sexta-feira, sem intervalo para o almoço.
2º piso do Shopping 3 Américas, em frente à academia Fórmula. Funciona das 10h às 19 horas, de segunda a sexta-feira, sem intervalo para o almoço.

VÁRZEA GRANDE

Central de Atendimento ao Eleitor situada na Avenida Castelo Branco, nº 47, Centro. Das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, sem intervalo para o almoço.
Central de Atendimento ao Eleitor situada na avenida Gonçalo Botelho de Campos, 2.367, bairro Cristo Rei. Das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, sem intervalo para o almoço.

SINOP

Central de Atendimento ao Eleitor situada na Rua das Grevíleas, nº 442, Setor Comercial Sul. Das 7h30 às 17h30, sem intervalo para o almoço, de segunda a sexta-feira.
Central de Atendimento ao Eleitor situada na Rua das Figueiras, nº 980, Setor Comercial Norte. Das 7h30 às 17h30, sem intervalo para o almoço, de segunda a sexta-feira.

Veja documentos necessários para a biometria

– Documento oficial de identidade (RG, CNH, Carteira de Trabalho, Carteira Profissional, dentre outros definidos em lei);

– Comprovante de residência (conta de luz, água, telefone, boleto de IPTU, contrato de aluguel, dentre outros definidos pelo Juiz Eleitoral). Os comprovantes devem estar em nome do requerente, de seu cônjuge ou companheiro (a) ou de parente seu em linha reta consanguínea, até o 2º grau (pais, filhos, avós, netos), ou por afinidade, limitando-se, neste último caso, aos ascendentes do cônjuge ou companheiro (sogro e sogra);

– Comprovante de quitação com o serviço militar (apenas para homens com mais de 18 anos que irão requerer a primeira via do título).

– A CNH e o Passaporte não são aceitos como documento de identificação para o alistamento, ou seja, para emissão do primeiro Título de Eleitor.

 

 

Fonte Keka Wernek

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação