Mato Grosso, Sexta-Feira, 18 de Junho de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
COBRANÇA PRÓ BR 163

Dorner e prefeitos da região formam comissão e cobram Rota Oeste sobre problemas na BR 163

Os prefeitos exigem medidas urgentes da concessionarias para melhorias na rodovia

Da Redação

09/06/2021 às 15:02

Dorner e prefeitos da região formam comissão e cobram Rota Oeste sobre problemas na BR 163
Secom

Estiveram reunidos na manhã de hoje (9) os prefeitos de Sinop, Roberto Dorner, Sorriso, Ari Lafin, Lucas do Rio Verde, Miguel Vaz, de Nova Mutum, Leandro Felix e autoridades da região, com representantes da Rota Oeste, concessionária responsável pela administração da BR-163, no trecho que liga Sinop a Itiquira, divisa com Mato Grosso do Sul. A reunião, que foi na sede da União das Entidades de Sinop (Unesin), foi fomentada para que os municípios apresentem as demandas para empresa, sobre as melhorias da rodovia que devem beneficiar os municípios envolvidos.

O prefeito Roberto Dorner foi enfático ao ressaltar que os municípios se uniram para lutar pela BR-163 e que não aceitam mais desculpas por parte da empresa concessionária. “Nós não podemos esperar mais, nem nós, nem Sorriso, Lucas, Nova Mutum. Isso aqui já passou dos limites, então temos agora que agir. A promessa é para que a obra inicie no começo de 2022. Estamos desde 2013 ouvindo desculpas para que a obra não seja iniciada, mas o pedágio nunca foi deixado de cobrar e não fizeram a obra. Não tem mais desculpa, o dinheiro está indo e nós vamos cobrar o que é direito dos municípios".

Segundo Dorner, as mudanças e melhorias precisam ser tratadas prioritariamente na retomada das obras da rodovia. “Nossos requerimentos têm o interesse de busca por melhorias estruturais que beneficiem a vida da população e o desenvolvimento econômico e social regionalmente”, aponta Dorner.

Para o prefeito de Nova Mutum, Leandro Félix, o pedido principal é para que os prazos sejam acelerados para que os municípios possam ter o retorno dessas obras. “Todas essas cidades da comissão estão sofrendo muito, principalmente com as travessias urbanas e queremos estabelecer o cronograma de prioridades para que as obras retornem o mais rápido possível”.

Miguel Vaz, prefeito de Lucas do Rio Verde, destaca que a reunião foi relevante para apontar e esclarecer os processos da duplicação da rodovia e o contrato com a Rota Oeste. “Queremos acelerar esse processo para que, no tempo mais curto possível, haja a retomada dessa duplicação e também para que possam ser contempladas as demandas de cada município”.

Já o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, aponta que a união dos municípios é de extrema importância para que se ganhe força e representatividade. “Estamos muito maduros em entender onde deve ser começada [a obra]. Entendemos que Sinop tem 40km de travessia urbana, então é a prioridade urbana. Já do Gil a Nova Mutum há índices muito altos de caminhões que capotam porque a rodovia tem degraus, então, tem prioridade também”, concluiu.

A Rota Oeste, representada pelo gerente de relações institucionais, Roberto Madureira, se manifestou ao dizer que a empresa busca trazer transparência no processo de retomada das obras da rodovia e, por isso, apresentou a nova proposta de termo de ajuste de conduta (TAC), com o objetivo de ouvir os prefeitos e apresentar as melhorias. “A nossa ideia é trazer uma solução que possa ser feita de forma mais rápida e que contemple, basicamente, as necessidades dos municípios”.

Segundo Roberto, o TAC contempla todas as obras de duplicação que já deveriam ter sido feitas no passado. São 336km de duplicação, do posto Gil a Sinop. “Essa proposta ainda será estruturada com os municípios e fechada com a ANTT. Após isso, terá a etapa de audiências públicas”.

Para Sinop, Roberto destaca que no TAC já está a previsão de uma frente de trabalho partindo da cidade. “Essa proposta já prevê uma frente de trabalho imediatamente trazendo as obras de melhorias na travessia urbana em Sinop”, conclui.

O encontro foi organizado pelo CIDESA (Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Alto Teles Pires) que é formada por 14 municípios da região norte do estado. Dentro do consórcio, os municípios impactados diretamente pela travessia da BR 163, formalizaram a “Comissão BR 163”, em que o prefeito de Sinop, Roberto Dorner, foi escolhido, por unanimidade, como presidente.

Participaram da reunião os prefeitos de Sinop, Roberto Dorner, Sorriso, Ari Lafin, Lucas do Rio Verde, Miguel Vaz, de Nova Mutum, Leandro Felix, de Santa Carmem, Rodrigo Franz, representando o senador Carlos Fávero, Dirceu Zanata, os secretários municipais de Sinop, de Governo, Faira Strapazzon, de Desenvolvimento Econômico, Klayton Gonçalves, de Trânsito, Joubert Sacramento, o diretor do Prodeurbs, Miro Teodoro, os secretários municipais de Sorriso, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Oliveira, adjunto de Saúde, Devanil Barbosa, de Segurança, José Carlos Moura, da Cidade, Edenilson Oliveira, o procurador geral do município de Nova Mutum, Alex Brescovit, o presidente da OAB de Sorriso, Fernando Mascarello, o presidente da OAB de Sinop, Eduardo Chagas, os vereadores Wanderlei Paulo, Leandro Damiani, Celso Kozak, Acácio Ambrosini, Ademir de Bortoli, Elbio Wolkweis, Toninho Bernardes, Adenilson Rocha, Osmar Isoton.