Connect with us

Hi, what are you looking for?

19/06/2024

Política

ELEIÇÃO NA AMM STF nega reclamação e mantém decisão que barrou Neurilan

reprodução

O ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal, negou uma reclamação proposta pelo atual presidente da AMM (Associação Mato-Grossense dos Municípios), Neurilan Fraga, contra uma decisão de primeira instância que havia cassado sua chapa na eleição para a presidência da entidade.

A AMM faz sua eleição na próxima segunda-feira (2) e Neurlian, que é ex-prefeito de Nortelândia, tenta o seu quinto mandato consecutivo. Ele concorre com o prefeito de Primavera do Leste, Leo Bortolin. Nas últimas semanas os dois vêm travando uma intensa batalha jurídica.

  Em um dos mais recentes capítulos desta disputa, a chapa de Neurilan ingressou com a reclamação no Supremo alegando que a decisão do juiz Yale Sabo Mendes, da 7ª Vara Cível de Cuiabá, que barrou sua candidatura, desrespeitava os termos vinculantes de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade votada no Supremo.

A decisão de Yale havia atendindo a um pedido de Bortolin, segundo o qual a inscrição da chapa de Neurilan não obedeceu ao que diz o estatuto da entidade municipalista.

  A decisão de primeira instância dizia que havia evidências no sentido que a documentação apresentada não cumpriu as formalidades legais, entre elas a assinatura de todos os candidatos da chapa.

  Já a reclamação protocolada no Supremo defendia que o despacho de Yale Mendes violou uma decisão da própria Corte na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3.045/DF. A tese foi refutada por Zanin.

  “Portanto, como se verifica da ementa do acórdão da ADI 3.045/DF, não foi proferida decisão de mérito vinculante por esta Suprema Corte. O julgamento apontado como paradigma não ingressou no mérito da ADI, nem proferiu decisão vinculante a respeito da matéria. Assim, não existe julgado paradigma que permita o conhecimento da reclamação”, escreveu Zanin.

  “Ante o exposto, nego seguimento a esta reclamação (art. 21, § 1°, do RISTF). Em consequência, fica prejudicado o exame do pedido de liminar”, determinou.

Thayza Assunção

Midia News

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Polícia

A unidade do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Barra do Garças, força-tarefa permanente constituída pelo Ministério Público do...

Política

Ao lado do ministro da Agricultura, Carlos Fávaro (PSD), o comandante do Ministério dos Transportes, Renan Filho, anunciou que em breve o governo federal...

Judiciário

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Maria Thereza de Assis Moura, negou Habeas Corpus a Karol Karoline Karine da Silva, 23...

Judiciário

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou conceder indulto natalino ao empresário Paulo Jones da Cruz Flores, condenado por tráfico...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação