Connect with us

Hi, what are you looking for?

03/07/2022

Geral

Lucas do Rio Verde terá Casa de Semiliberdade para adolescentes em conflitos com a lei

Foto Michel Alvim

A reforma da primeira Casa de Semiliberdade de Mato Grosso, localizada em Lucas do Rio Verde (332 km de Cuiabá), chegou à fase final e deve ser inaugurada nos próximos meses. A unidade terá capacidade para atender 17 adolescentes do sexo masculino, que vão participar de atividades externas durante o dia e no final da tarde terão que retornar para passar a noite na unidade.

O superintendente de Administração Socioeducativa (Suase), Iberê Ferreira da Silva Junior, visitou a unidade nesta quarta-feira (16.02) para acompanhar o andamento da reforma. Durante a vistoria, a gerente da unidade, Natiele Taís Kuhn, apontou as melhorias para atender as recomendações do Sistema Nacional de Socioeducação (Sinasi).

A reforma é custeada pela prefeitura de Lucas do Rio Verde. Em contrapartida, o Estado ficou responsável por fazer a unidade funcionar. O local funcionará no antigo Centro de Atendimento Socioeducativo, que atendia adolescentes com medidas restritivas de liberdade e que foi desativado em função da baixa demanda.

Os dormitórios passaram por reforma para oferecer conforto e dignidade aos adolescentes internados. “As grades dos quartos serão substituídas por portas. Será um ambiente mais humanizado, com alteração do modelo de camas para uma identidade de casa. Teremos normas e regras para uma nova ressignificação do modo de vida dos meninos”, disse Natiele Taís Kuhn.

Conforme o modelo implantado, os menores poderão estudar, trabalhar e fazer cursos durante o dia fora da unidade e retornar para a casa à noite. “Eles também terão os finais de semana livres para passar com a família e vão continuar acessando os serviços prestados pela prefeitura, como educação, saúde e assistência social”, lembrou Iberê Ferreira Junior.

Os representantes do Sistema Socioeducativo se reuniram com prefeito de Lucas do Rio Verde, Miguel Vaz Ribeiro, e com representantes das secretarias municipais de Educação, Assistência Social, Segurança e Saúde para alinhar o fluxo de atendimentos dos menores que serão encaminhados para a unidade.

Iberê disse que a prefeitura terá papel fundamental no acompanhamento dos adolescentes internados. “Nós não queremos nada mais do que já é ofertado. Porque vamos apenas acolher esses meninos, que já são do município. Eles não podem achar que a unidade voltou a ser uma casa de internação”, reforçou durante reunião.

Já o prefeito, disse que acredita no projeto e se comprometeu em amparar os adolescentes da Casa de Semiliberdade. “Nossa expectativa é que a unidade seja um projeto de referência e nós faremos tudo que estiver ao nosso alcance para que tenha resultado, que é: jovens preparados e reconduzidos a sociedade como um cidadão de bem”, finalizou Miguel Vaz.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Polícia

Duas armas de fogo foram apreendidas pela Polícia Civil nesta terça-feira (28), em Lucas do Rio Verde, durante cumprimento de mandado judicial em uma...

Polícia

Dois suspeitos de transportar defensivos agrícolas de aplicação proibida no país foram presos em flagrante pela Polícia Civil, nesta terça-feira (21.06), em Lucas do Rio...

Geral

O acidente foi registrado na noite desta segunda-feira (06) envolvendo uma caminhão e uma Van com vários passageiros na MT 449 entre as cidade...

Saúde

Já está disponível nas Unidades Básicas de Saúde de Sinop a terceira dose dos imunizantes contra Covid-19 para população de 12 a 17 anos,...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação