Connect with us

Hi, what are you looking for?

24/07/2024

Polícia

DUPLO HOMICÍDIO Mãe e filho responsáveis por homicídios de idosos em Peixoto de Azevedo são presos pela Polícia Civil

Foto reprodução

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Peixoto de Azevedo, cumpriu na tarde desta terça-feira (23.04), os mandados de prisão preventiva contra mãe e filho apontados como autores dos homicídios que vitimaram dois idosos no último domingo (21.04), no município.

Inês Gemilaki e seu filho Bruno Gemilaki Dal Poz estavam em uma fazenda de propriedade da família, localizada na BR -060, a 180 quilômetros de Peixoto de Azevedo. O local é distante da cidade é de difícil acesso, com mais de 85 quilômetros de estrada de chão.

Mãe e filho, identificados como autores do duplo homicídio, já estavam com os mandados de prisão preventiva decretados pela Justiça após representação feita pela delegada responsável pelas investigações, Anna Paula Marien.

As prisões ocorreram após a advogada da família procurar a equipe da Polícia Civil para comunicar a intenção dos seus clientes de entregar e solicitar o acompanhamento até a fazenda, onde estavam escondidos.

Na propriedade foi dado cumprimento aos mandados de prisão contra os investigados, porém ainda não foram localizadas as armas de fogo e nem a camionete Ford Ranger, utilizadas no dia do crime.

Mãe e filho foram conduzidos para a Delegacia de Peixoto de Azevedo, onde serão interrogados ainda nesta terça-feira (23).

Os outros dois envolvidos no crime, Márcio Ferreira Gonçalves (marido de Inês e padrasto de Bruno) e o seu irmão Eder Gonçalves Rodrigues, também foram presos na manhã desta terça-feira (23), em uma residência no município de Alta Floresta.

Crime

O duplo homicídio que vitimou Pilson Pereira da Silva, de 80 anos, Rui Luiz Bolgo, de 68 anos, ocorreu durante um almoço no domingo (21.04), em uma residência no bairro Alvorada em Peixoto de Azevedo.

Na ocasião, três pessoas armadas (Inês, Bruno e Eder) invadiram a confraternização e efetuaram vários disparos de arma de fogo, atingido três vítimas, sendo que duas delas não resistiram aos ferimentos e foram a óbito no local. A terceira vítima, padre da cidade, foi socorrida e conseguiu sobreviver aos ferimentos

As investigações apontam que o crime na verdade tinha como alvo o dono da residência onde ocorria a confraternização, que teria feito ameaças públicas contra os investigados, em razão de um processo referente a um contrato de aluguel.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Polícia

A 31 ª  dição da Operação Lei Seca, que ocorreu, na noite deste sábado (13) na avenida André Maggi, bairro Violetas, em Sinop, resultou...

Polícia

Um homem de 30 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar, nesta quarta-feira (10.07), suspeito de esfaquear a própria mãe em frente ao...

Polícia

Policiais militares da Força Tática prenderam, nesta terça-feira (09.07), um suspeito do homicídio de Ademir Carvalho Lautério, de 50 anos, ocorrido no município de...

Polícia

Policiais civis da Delegacia de Juína cumpriram nesta segunda-feira (08.07), em Santa Catarina, o mandado de prisão de um dos executores de um duplo...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação