Polícia

FICCO MT Operação Contrafluxo cumpre 26 mandados contra grupo criminoso que tentou enviar uma tonelada de cocaína ao Sudeste

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado em Mato Grosso (FICCO-MT) deflagrou nesta quinta-feira (07.12), a Operação Contrafluxo para cumprir 14 mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão e 12 ordens sequestro de bens contra um grupo responsável pelo fornecimento de droga aos estados de São Paulo e Paraná.

Equipes da FICCO apreenderam em setembro e outubro deste ano, duas cargas de cloridrato de cocaína que totalizaram uma tonelada de entorpecente, no interior de Mato Grosso. A droga estava sendo preparadas para o transporte em caminhões com destino a outros estados do País.

Após a apreensão das cargas de cocaína, a investigação identificou os envolvidos no transporte e destinação da droga e foram representadas pelas medidas cautelares, deferidas pelo juízo da 4ª Vara Criminal de Sinop.

Estão em cumprimento cinco mandados de prisões preventivas, nove mandados de buscas domiciliares e o sequestro de oito carretas e quatro caminhonetes. Os bens móveis pertencem aos investigados e estão avaliados em, aproximadamente, 5 milhões de reais.

As prisões são cumpridas em Sinop e em cidades dos estados de São Paulo e Pará.

Uma tonelada de cocaína

Em setembro e outubro deste ano foram apreendidas nos municípios de Porto dos Gaúchos e Juara duas cargas de cloridrato de cocaína que seriam enviadas a estados do Sudeste do País.

A apreensão foi possível após um trabalho de inteligência realizado entre as forças de segurança pública.

O primeiro carregamento foi localizado no final de setembro, na zona rural de Juara, em um trabalho conjunto da Ficco/MT, Gefron, Polícia Militar de Sinop e apoio da PRF de Sorriso. Os 500 quilos de cloridrato estavam enterrados em uma área próxima a uma pista clandestina de pouso.

Em continuidade à investigação, no dia 09 de outubro, a equipe da FICCO flagrou um caminhoneiro, na cidade de Porto dos Gaúchos, na região médio-norte de Mato Grosso, transportando uma carga com 456 quilos de cloridrato de cocaína. A droga estava em um fundo falso da carreta conduzida pelo suspeito que faz parte do grupo criminoso investigado.

Com as informações apuradas na apreensão das cargas, a FICCO conseguiu chegar aos demais integrantes do grupo e representar pela concessão das medidas cautelares cabíveis.

As investigações da Operação Contrafluxo contaram com apoio das Delegacias da Polícia Federal de Sinop (MT) e Jales (SP); das delegacias da Polícia Civil de Mato Grosso nas cidades de Porto dos Gaúchos, Juara, Campo Novo do Parecis, além da Gerência de Combate ao Crime Organizado; Polícia Militar de Sinop e Nobres e a Polícia Rodoviária Federal em Sorriso.

A FICCO-MT é uma força integrada e composta pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e Polícia Militar e tem por objetivo realizar uma atuação conjunta e integrada no combate ao crime organizado no estado do Mato Grosso.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Polícia

Força-tarefa do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), Polícia Federal e Exército Brasileiro resultou na apreensão de 102 tabletes de entorpecentes nesta quarta-feira (12.06), em...

Geral

Uma ação estratégica de combate ao trabalho infantil será realizada hoje (7). A blitz noturna, mobilizada pela secretaria de Assistência Social, será a partir...

Polícia

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Sapezal, deflagrou na sexta-feira (24.05), a Operação Tabernarius, para cumprimento de mandados de prisão preventiva e...

Sem categoria

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (22/5), com o apoio do Gaeco/MT, a Operação Escamotes, com o objetivo de desarticular associação para o tráfico...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação

Sair da versão mobile