Connect with us

Hi, what are you looking for?

19/04/2024

Polícia

Polícia Civil prende casal que alugava conta bancária para receber valores de roubos e recupera R$ 70 mil

Um casal suspeito de receber valores subtraídos de uma vítima de roubo com restrição de liberdade, ocorrido em Rondonópolis, foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na terça-feira (03.10), no município de Carlinda, em ação realizada pelos policiais da Divisão Especializada de Roubos e Furtos, da Delegacia de Alta Floresta.

Os suspeitos, sendo o homem de 29 e a mulher de 22 anos, foram flagrados em posse de parte do dinheiro roubado e confessaram que recebiam “uma comissão” de 10% do valor roubado, pelo empréstimo da conta bancária. Eles responderão pelos crimes de roubo majorado, lavagem de capitais e associação criminosa.

O roubo com restrição à liberdade das vítimas e praticado com emprego de arma de fogo, ocorreu na segunda-feira (02.10), na cidade de Rondonópolis, Na ocasião, os criminosos obrigaram as vítimas a fazerem duas transferências via pix, totalizando o valor de R$ 1,9 mil, para a conta de uma pessoa.

Durante as investigações do roubo, foi possível identificar que a conta bancária pertencia a uma pessoa, moradora da cidade de Carlinda. Após receber a informação, a equipe da Divisão de Roubos e Furtos de Alta Floresta foi até o município, onde conseguiram localizar a titular da conta bancária que recebeu os valores indevidos.

Questionada, a mulher informou que a sua filha e o seu genro era os responsáveis por movimentar e conta e quem teria sacado o dinheiro. Ela disse que chegou a perceber quando o valor entrou na conta, porém o genro alegou que seria referente a um dinheiro que ele tinha para receber e que passou o número da conta dela.

Em continuidade às diligências, os policiais localizaram o casal, sendo apreendido com eles a quantia de R$ 1.778 em dinheiro. Em conversa com os policiais, os suspeitos confessaram a participação no crime, informando que um colega os procurou há algum tempo, oferecendo uma comissão de 10% para o “aluguel” da conta bancária.

Ainda no mesmo dia, a conta bancária fornecida pelo casal recebeu a quantia de R$ 70 mil, produto de outro crime. Imeditamente após a comunicação do fato, os policiais de Alta Floresta entrou em contato com a equipe da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) que junto ao setor antifraudes da agência bancária, conseguiu o bloqueio do valor, que após algumas providências de praxe, será restituído à vítima.

Diante dos fatos, os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Alta Floresta, onde após serem interrogados pelo delegado Thiago Berger, foram autuados em flagrante por roubo majorado, lavagem de capitais e associação criminosa, sendo posteriormente encaminhado para audiência de custódia.

 

 

Assessoria

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Polícia

Um homicídio ocorreu Penitenciária Estadual Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira, em Sinop, na tarde de ontem (14). Um detento foi assassinado e outro ficou...

Polícia

O líder criminoso investigado pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) por lavar dinheiro do tráfico para uma facção, alvo principal da Operação...

Sem categoria

Proprietário de uma recuperadora de veículos em Sinop (500 km ao norte de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil, em ação da Delegacia Especialiada...

Polícia

Policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) localizaram mais de seis mil reais em notas de 200, escondidas no assoalho de um...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação