Connect with us

Hi, what are you looking for?

01/07/2022

Política

AUMENTOS ABUSIVOS CPI promete acionar a Justiça para derrubar aumento de 22% na energia

Ação contra a Aneel já está pronta e será protocolada nos próximos dias

A CPI da Energisa, que tramita na Assembleia Legislativa, vai ingressar com uma ação para tentar barrar o aumento de 22,5% nas contas de energia em Mato Grosso. O reajuste foi confirmado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no último dia 12 de abril.

De acordo com o presidente da CPI, deputado Elizeu Nascimento (PL), a ação contra a Aneel já está pronta e será protocolada no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) nos próximos dias.

“Nós não podemos permitir que a Aneel continue com esses aumentos abusivos. A CPI da Energisa decidiu que vai entrar com o processo para buscar suspender essa decisão que pretende aumentar a fatura de energia em 22% em Mato Grosso”, pontuou.

O processo foi confirmado pelo parlamentar nos corredores do Parlamento Estadual na quarta-feira (20), enquanto a CPI ouvia o presidente da Energisa, Riberto José Barbanera, sobre as denúncias de supostas irregularidades cometidas pela empresa no Estado.

Os trabalhos da Comissão já duram 3 anos e devem ser encerrados até o fim de abril, conforme determinou o presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho (União).

O grupo de investigação foi instaurado após consumidores criarem uma petição online, com mais de 14 mil assinaturas, solicitando que a concessionária fosse investigada pelo valor cobrado na tarifa de energia.

“Vamos fechar o relatório após a oitiva com o diretor presidente, onde fizeram várias indagações sobre os casos de pessoas que ficaram uma semana sem energia no interior, denúncias sobre relógios e medidores e adulterados, baixo efetivo de servidores. Vamos encerrar o relatório e tudo isso tem que ser responsabilizado”, finalizou.

Allan Mesquita

Gazeta Digital

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Geral

A Justiça Federal decidiu impedir a atuação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em operações fora de rodovias federais. A 26ª Vara Federal do Rio de...

Judiciário

Condenados em primeira instância por homicídio, Cléia Rosa dos Santos Bueno, Adriano dos Santos e José Graciliano dos Santos recorreram da sentença e tiveram...

Geral

O procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira, determinou nesta quarta-feira (01), por meio de despacho, o registro de Notícia de...

Geral

O número de emplacamentos de veículos em Sinop, cresceu 37,11% nos últimos cinco anos. Em 2017 foram emplacados 8.830 novos veículos na cidade e...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação