Judiciário

Justiça proíbe demissão de funcionários do Frigorífico Monte Verde

A Justiça do Trabalho concedeu na tarde desta quarta-feira (13) uma liminar que proíbe a demissão coletiva de funcionários Frigorífico Monte Verde LTDA. A decisão exige que nenhum funcionário seja desligado da empresa sem prévia negociação coletiva com a entidade sindical.

A decisão é da juíza de Alta Floresta Janice Schneider Mesquita em uma ação movida pelo SINTRACAL. No documento, a juíza determinou que a empresa não faça a demissão em massa dos funcionários sob pena de pagamento de multa no valor de R$ 5.000,00 por cada empregado cujo contrato seja extinto em decorrência de dispensa coletiva sem prévia negociação coletiva com a entidade sindical.

O Sindicato dos Trabalhadores na Industria de Carnes e Laticínios do portal da Amazônia – SINTRACAL entrou com Ação Coletiva contra Frigorífico Monte Verde LTDA. com pedido de antecipação de tutela e condenação da empresa por danos morais coletivos.

Conforme o site Nativa News informou, no dia 21 de março os Funcionários do frigorífico de Nova Monte Verde acionaram o sindicato da classe pedindo ajuda após uma série de demissões anunciadas. Cerca de cem trabalhadores do setor de desossa tiveram suas demissões assinadas. A planta frigorífica é um dos principais empregadores do município de Nova Monte Verde.

Na ação o Sindicato alegou que, após várias denúncias de descumprimento de direitos trabalhistas, compareceu no Frigorífico e foi surpreendido com a demissão dos empregados do setor de desossa. Alegou que foi oferecida denúncia junto à Procuradoria do Ministério Público do Trabalho (Inquérito Civil 0000060.2022.23.004/3) com designação de audiência realizada dia 25/03/2022, onde a empresa reconheceu a demissão de muitos empregados e a possibilidade de fechamento do frigorífico.

Alegou que a empresa se absteve de realizar qualquer negociação com o sindicato dos trabalhadores, com o intuito de minimizar o impacto social. A decisão desta quarta-feira (13) é em caráter liminar e a empresa ainda pode recorrer.

De acordo com o advogado do Sintracal, Dr. Luis Cuissi, a decisão abre espaço para a tentativa de negociação coletiva entre a empresa e todos os trabalhadores do frigorífico, inclusive podendo solucionar o eventual fechamento da planta em Nova Monte Verde”, comentou o advogado.

Processo n. 0000233-23.2022.5.23.0046

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Geral

A Justiça Federal decidiu impedir a atuação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em operações fora de rodovias federais. A 26ª Vara Federal do Rio de...

Judiciário

Condenados em primeira instância por homicídio, Cléia Rosa dos Santos Bueno, Adriano dos Santos e José Graciliano dos Santos recorreram da sentença e tiveram...

Geral

O procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira, determinou nesta quarta-feira (01), por meio de despacho, o registro de Notícia de...

Judiciário

A Justiça acolheu pedido liminar efetuado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso e determinou a indisponibilidade de bens no valor de R$...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação

Sair da versão mobile