Economia

Com reajuste de 10% (RGA) Prefeitura injeta R$ 1,4 milhão na economia local

Servidores do município amanheceram com o salário na conta. Porém, desta vez, os proventos vieram com um acréscimo de 10% incorporado através do Reajuste Geral Anual (RGA), confirmado pelo prefeito Roberto Dorner (Republicanos), ainda em dezembro de 2021, após várias conversas e acordo firmado com o Sindicato dos Servidores Municipais, que é quem representa a classe dos servidores públicos de Sinop, filiados ou não.

A concessão do RGA gerou um impacto de, praticamente, R$ 1,4 milhão aos cofres do município, no entanto, a visão do prefeito é que a concessão desse benefício, desse direito adquiro pelo servidor, simboliza a injeção de quase R$ 1,4 milhão na economia local. “Somos a maior empresa de Sinop. Temos cerca de 2,9 mil colaboradores que gastam com aluguel, gastam no mercado, na padaria, no açougue, na loja de roupas, na farmácia, posto de gasolina, enfim, que gastam seu salário no comércio local e fazem o dinheiro girar ajudando a aquecer e fomentar a economia do município”.

Maria Joana Mazzerocchi, é servidora pública há 14 anos e revela que o reajuste foi uma bênção em sua vida. “Esse aumento [reajuste] no meu salário ajudou em muita coisa. É uma conta a mais que a gente pode fazer. Estou mexendo com construção e ontem fui comprar material para meu banheiro. Deu mil e poucos reais e eu parcelei em cinco vezes. As parcelas deram menos de R$ 300. Foi o suficiente para garantir o meu balcãozinho e ainda sobrou um pouco para comprar outra coisa com o valor que aumentou no meu salário”, pontua a zeladora.

As negociações para a concessão do RGA já vinham se arrastando há algum tempo. Em dezembro de 2021, tomando como base o acumulado dos últimos 12 meses do Índice de Preços ao Consumidor de Sinop (IPC Sinop), Dorner bateu o martelo, junto ao Sindicato dos Servidores, e encaminhou, para aprovação do Legislativo Municipal, o Projeto de Lei (PL 077/2021). “Eu encaminhei o projeto pedindo aprovação dos vereadores, mas já focado em conceder esse benefício na primeira folha de 2022. Janeiro é um mês bastante pesado para os chefes de família, pois saem das festas com os parentes [confraternizações] e já dão, logo, de cara com várias contas para pagar”.

Na ocasião também foi assinado um termo de compromisso (Prefeitura e Sindicato) para a efetivação da reposição inflacionária referente ao ano de 2020 de forma parcelada. Os 4,31% serão diluídos em 8 anos, com incorporação salarial de 0,5%, a partir de 2023, fechando, em 2030, com 0,81%. O chefe do Executivo explica que essa reposição não havia sido dada em razão da proibição da Lei Federal 173/2020, de enfretamento à Covid-19, assinada pelo Governo Federal em que impedia os municípios a conceder reposição ou aumento aos seus servidores pelo prazo estipulado pela legislação.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Geral

Os proprietários de veículos com placa final 6 têm até o dia 30 de junho para efetuar o pagamento do Licenciamento 2022. A taxa...

Política

Após uma discussão, Botelho colcou o projeto em discussão, dos 19 deputados que votaram no PDL, 11 votaram favoráveis pelo parecer da comissão e...

Geral

A 1ª Promotoria de Justiça Cível de Juína (a 735km de Cuiabá) recomendou ao Município, na pessoa do prefeito Paulo Augusto Veronese, que deixe...

Geral

Três servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Sorriso, foram afastados por indícios de  irregularidades em pagamentos. Conforme o executivo municipal, as falhas foram...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação

Sair da versão mobile