Connect with us

Hi, what are you looking for?

21/05/2022

Política

Com a presença do governador, lideranças do DEM e PSL se reúnem para debater eleições de 2022

Com a presença do governador Mauro Mendes, lideranças do Partido Social Liberal (PSL) e do Democratas (DEM) se reúnem na noite desta quinta-feira (27) para discutir as eleições de 2022 e as chapas de candidatos do “União Brasil”, partido que nasce da fusão das duas legendas.

Ao chegar no Palácio Paiaguás por volta das 18h30, o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado federal Eduardo Botelho (DEM), afirmou que essa seria a primeira reunião de alinhamento com a base executiva dos dois grupos.
“É uma reunião de avaliação em conjunto com todos os companheiros para ver como é que está essa montagem de chapa para deputado estadual, federal e outros nomes possíveis para a disputa”, ponderou sem dar muitos detalhes.

Além de Botelho e do chefe do Executivo, o encontro conta com a presença de Fábio Gárcia (presidente do DEM), Jayme Campos (senador), Aécio Rodrigues (dirigente do PSL), Mauro Carvalho (secretário-chefe da Casa Civil), Dilmar Dal Bosco (deputado e líder do governo), Jayme Campos (senador), Júlio Campos (ex-governador), além dos secretários César Miranda (Desenvolvimento Econômico) e Gilberto Figueiredo (saúde), que é pré-candidato a deputado estadual.

Segundo Botelho, inicialmente as lideranças irão fazer uma avaliação dos nomes que irão compor as chapas no pleito de 2022. Além disso, o grupo ainda precisa definir se o comando do União Brasil ficará com Fábio Garcia ou com o ex-senador Cidinho dos Santos, atual presidente do PSL.

Outra questão a ser debatida seria a eventual reeleição do governador Mauro Mendes, que até o momento não se manifestou se entrará na disputa por um segundo mandato. “É uma avaliação geral de tudo e o que temos de nomes. Depois vamos traçar uma estratégia para buscar mais nomes e termos uma chapa completa”, finalizou.

União Brasil
O fusão do PSL e o DEM foi oficializada durante uma convenção realizada em setembro em Brasília. Nominada de “União Brasil”, a nova legenda nasceu como a maior sigla do país, com 82 deputados federais e 8 senadores. Além disso, o grupo terá o maior fundo eleitoral e partidário, bem como tempo de televisão no ano que vem.

Em Mato Grosso, o União também será a maior sigla do Estado, com 6 deputados estaduais, um deputado federal e um senador.

 

 

Fonte – GazetaDigital

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Saúde

Mato Grosso registrou 427 novos contágios pela covid-19 nas últimas 24 horas. Dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) mostram que neste período...

Jogo Bruto

Os bastidores políticos para as eleições 2022 estão a todo vapor. Uma fonte me confirmou que o Deputado Júlio Campos convidou pessoalmente o Ex-Juiz...

Política

A Assessoria do Prefito de Sinop Roberto Dorner (Republicanos), confirmou a reportagem do Só Informação, que o Prefeito deve seguir decisão do Governo do...

Política

Está aberta a partir de hoje (3) a temporada de troca-troca de partidos entre os deputados federais. É a chamada “janela partidária”, que se abre por...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação