Connect with us

Hi, what are you looking for?

27/05/2022

Geral

TCE libera gestores a pagar ” abono salarial ” para professores

Diante das dificuldades no cumprimento da fração mínima de 70% do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para valorização e remuneração dos profissionais da educação básica em 2021, o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) apontou que o administrador público pode adotar as medidas que melhor acomodem o cumprimento do percentual mínimo, a exemplo do pagamento de indenizações e concessão de adicionais decorrentes de direitos adquiridos.

O posicionamento responde a resolução de consulta proposta pela Câmara Municipal de Guarantã do Norte e Prefeitura de Nova Nazaré, com o objetivo de verificar a possibilidade de aumento de despesa com profissionais da educação, inclusive por meio de abono salarial, frente à proibição estabelecida na Lei Complementar n° 173/2020 (ART. 8º, INCISO I). Sob relatoria do conselheiro Valter Albano, o processo foi apreciado durante a sessão ordinária remota desta terça-feira (14).

Na ocasião, o relator chamou a atenção para o fato de que a concessão de reajuste para atendimento ao piso salarial nacional dos profissionais da educação básica, enquadra-se na hipótese excepcional de determinação legal anterior à calamidade, tratando-se de um direito resguardado decorrente da Lei 11.738/2008.

Assim, reforçou que o descumprimento do mínimo constitucional na valorização destes profissionais em 2021, diante da comprovação de que o gestor adotou medidas para evitar tal situação, deve ser ponderado pelo TCE-MT. “Para isso, devem ser considerados os princípios da supremacia do interesse público, da razoabilidade e da proporcionalidade, além  das dificuldades reais do gestor, conforme art. 22, caput, da Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro”, disse.

Ou seja, para conferir a efetiva aplicabilidade da norma constitucional é possível o pagamento de abono ao setor em efetivo exercício, em caráter provisório e excepcional. “Isso, quando a medida tiver o objetivo de assegurar aos referidos profissionais a percepção de, no mínimo, 70% dos recursos anuais do novo Fundeb, necessitando de lei  específica, que deve dispor sobre o seu valor, forma de pagamento e critério de partilha”, explicou.

De acordo com Valter Albano, é possível outras formas de reajustes para a categoria de profissionais da educação básica que ultrapassem o piso nacional, sendo imprescindível, para a não incidência das vedações da LC 173/2020, que eventuais medidas que aumentem a despesa com pessoal sejam adotadas exclusivamente com o objetivo de atender ao disposto no art.212-A, XI, da Constituição da República.

Deste modo, acolheu parcialmente os pareceres da Secretaria Geral de Controle Externo (Segecex) e do Ministério Público de Contas (MPC) ao emitir seu voto, que foi acompanhado por unanimidade pelo Pleno. “O não atingimento do mínimo constitucional na valorização e remuneração dos profissionais da educação básica deverá ser justificado e comprovado pelo gestor no momento da prestação de contas a este Tribunal de Contas”, concluiu.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Geral

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou, na Reunião de Diretoria desta quinta-feira (31/3), o ato de outorga para exploração da BR-163/230/MT/PA pela Via Brasil...

Política

O prefeito Roberto Dorner (Republicanos) deve enviar à Câmara de Vereadores, nos próximos dias, o projeto pedindo autorização para conceder realinhamento salarial para os...

Geral

O concurso vai ter validade de dois anos com possibilidade de prorrogação por igual período, mas agora tem a homologação suspensa. A decisão foi dada...

Geral

O Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) homologou, durante a sessão ordinária desta terça-feira (8),  medida cautelar que determinou à Prefeitura...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação