Connect with us

Hi, what are you looking for?

29/06/2022

Política

Bolsonaro no PL faz Wellington sonhar com Governo em 2022

O senador da República, Wellington Fagundes (PL), já apresentou um discurso diferente nos últimos dias após a confirmação da filiação do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ao seu partido no próximo dia 22/11.

Wellington que é pré-candidato natural a reeleição no próximo ano já ensaia nos bastidores uma candidatura ao Governo de Mato Grosso. O senador disse à imprensa que Bolsonaro quer candidato ao Executivo do Estado em 2022.

“Os projetos futuros nós vamos discutir após a filiação do presidente, mas é claro que o presidente quer um candidato a governador em todos os Estados se possível. Para isso vamos conversar e ver qual o melhor projeto”, destacou.

Bolsonaro está sem partido desde a crise no PSL, partido que o presidente disputou eleição, em novembro de 2019. Desde então, o presidente vem tratando com vários partidos, mas acabou fechando com o PL após uma “ameaça” de aliança do partido com o ex-presidente Lula.

Bolsonaro tem um grande expoente eleitoral em Mato Grosso, principalmente nas cidades do interior como Sinop, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde e viabiliza a candidatura de Wellington.

O senador ainda falou sobre a disputa com Mauro Mendes, atual governador de Mato Grosso, mas que ainda não declarou se será candidato a reeleição. Wellington também comentou sobre possíveis coligações com outros partidos para construir a viabilidade ao Governo.

“O governador Mauro Mendes é candidato? Ele até agora não declarou se é ou não. Então tudo isso é um trabalho que temos que construir. Nós vamos dialogar, nada será imposto. É possível coligar dentro do Estado e fazer com coligações com A, B, C e E”, finalizou.

EXIGÊNCIAS

De acordo com o senador, a exigência por parte do presidente para se filiar ao PL, pois também era cortejado por outros partidos, a exemplo do PP, é que a legenda abrigasse todos os seus companheiros. “E o PL quer construir isso. Nós vamos procurar dentro de cada estado, de cada região, com suas condições próprias. No Brasil hoje não temos verticalização, então é possível dentro de um estado coligar A, B, C, e em outro coligar A, D, E, é possível fazer coligações diferentes, mas acima de tudo a prioridade é a eleição do presidente. O projeto nacional é prioritário”, antecipou Fagundes.
 

A reeleição de Wellington Fagundes ao senado é outro tema que já consta na pauta de conversas e reuniões com Jair Bolsonaro. Apesar disso, o senador pondera que nenhuma candidatura não se sustenta na base da imposição. “Candidatura se sustenta é exatamente no apoio, é isso que a gente vai buscar, meu trabalho como senador é uma referência se eu for candidato à reeleição. E claro, eu também preciso exatamente de conquistar o apoio do eleitor, da população, do cidadão que está lá na ponta, é isso que constrói uma candidatura forte”.

 

Fonte – Capital Notícias

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Educação

A Prefeitura de Sinop, por meio da Secretaria de Educação Esporte e Cultura, implantará na rede municipal de educação o projeto “Palavra Cantada”. A...

Polícia

Duas armas de fogo foram apreendidas pela Polícia Civil nesta terça-feira (28), em Lucas do Rio Verde, durante cumprimento de mandado judicial em uma...

Polícia

A Operação Ráquis, deflagrada na manhã desta quarta-feira (29.06) pela Polícia Civil de Mato Grosso cumpre mandados judiciais de prisão e de busca e...

Geral

Nem pouco nem em excesso. Especialista da Trouw Nutrition explica a ação de minerais no organismo de animais de companhia Os tutores de pets...

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação