Connect with us

Hi, what are you looking for?

19/08/2022

Geral

Pleno do TJ escolhe juiz Mário Kono como novo desembargador

O Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso escolheu, na tarde desta quinta-feira (27), o juiz Mário Roberto Kono como novo membro da Corte.

A escolha foi feita por merecimento. Os desembargadores deram nota de 0 a 100 a todos os juízes, levando em consideração informações sobre a produtividade, presteza no exercício das funções, aperfeiçoamento técnico e a adequação da conduta ao Código de Ética da Magistratura.

Mário Kono obeteve a média de 88,21. Ele ocupará a vaga da desembargadora Cleuci Terezinha Chagas, que se aposentou em janeiro deste ano. Ele estava atuando no Juizado Especial Criminal de Cuiabá. 

Em segundo lugar, ficou o juiz Gilperes Fernandes da Silva,  da 4ª Vara Especializada de Família e Sucessões de Cuiabá, com média de 87,57. Em terceiro lugar ficou o juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, com média de 83,94. 

Também disputaram a vaga os juízes Abel Balbino Guimarães, Aristeu Dias Batista Vilella, Ester Belém Nunes, Flávia Catarina Oliveira de Amorim Reis, Jones Gattass Dias, Marcemila Mello Reis Penner, Márcio Aparecido Guedes, Maria Aparecida Ferreira Fago, Marilza Aparecida Vitório.

Além de Paulo de Toledo Ribeiro Júnior, Paulo Sérgio Carreira de Souza, Sebastião de Arruda Almeida, Sinii Savana Bosse Saboia Ribeiro, Valmir Alaércio dos Santos e Vandymara Galvão Ramos Paiva Zanolo. 

Mário Kono acompanhou a votação no plenário. Após sair o resultado, ele disse à imprensa que buscará atuar com mais objetividade em suas decisões no Tribunal de Justiça.

"Como nós temos uma larga experiência de Juizado, o que a gente busca trazer, e vai tentar trazer, não que seja novidade, será a objetividade, ou seja, sentenças curtas, já que o que interessa para a parte é o que está depois do isto posto. Por isso, as minhas decisões serão mais telegráficas do que didáticas, mas que realmente vai dar o resultado para que a pessoa possa, a partir daí, colocar em andamento os seus direitos”. 

 

Carreira 

 

Com 27 anos de magistratura, Mário Kono passou pelas comarcas de Nova Xavantina, São Félix do Araguaia, Barra do Bugres e Cáceres, até ser designado para o Juizado Especial Criminal de Cuiabá (Jecrim), onde atua há 20 anos.
 
Foi pioneiro na implementação da Justiça Terapêutica em Mato Grosso, com o desenvolvimento de trabalhos relacionados ao tratamento de alcoolismo, dependência química, psicopatias e neuroses como penas alternativas, visando o tratamento do acusado, evitar a reincidência e aumentar a capacidade de prevenção de outros possíveis delitos.
 
O magistrado iniciou o curso de Direito na Universidade Estadual de Londrina e o concluiu na Universidade Federal de Mato Grosso, em 1988. Ao ser empossado juiz aos 31 anos de idade, substituiu a carreira de bancário pela magistratura. Também atuou como professor da disciplina de Direito Penal e Direito Processual Penal, no Centro Universitário de Várzea Grande (Univag).
  
Veja a nota de cada desembargador em relação ao juiz escolhido:

 Orlando de Almeida Perri – 95

 Rubens de Oliveira Santos Filho – 85

 Paulo da Cunha – 88,5

 Juvenal Pereira da Silva – 94,5
 Sebastião de Moraes Filho – 90,25
 Márcio Vidal – 82 
 Rui Ramos Ribeiro – 74,59
 Guiomar Teodoro Borges – 84
 Maria Helena Gargaglione Póvoas – 87
 Carlos Alberto Alves da Rocha – 95 
 Clarice Claudino da Silva – 90
 Alberto Ferreira de Souza – 89,10

 Maria Erotides Kneip Baranjak – 89,75

Marcos Machado – 90

 Dirceu dos Santos – 95

Luiz Carlos da Costa – Voto foi entregue por escrito

Pedro Sakamoto – 95

 Rondon Bassil Dower Filho – 93,75

 Maria Aparecida Ribeiro – 75,75

 José Zuquim Nogueira – 94

 Serly Marcondes Alves – 82

 Gilberto Giraldelli – 91,25 

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação