Connect with us

Hi, what are you looking for?

19/08/2022

Geral

Conferência irá debater desafios de se envelhecer no século 21

Ao mesmo tempo em que alcançar os 60 anos de idade é sinônimo de sabedoria, por outro lado, também significa aprender a lidar com novos desafios físicos, psicológicos e sociais, que alteram a maneira como o idoso se relaciona consigo mesmo, com as outras pessoas e com os ambientes que frequenta.

Diante deste cenário, a 3ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa do município de Sinop, que será realizada na sexta-feira (22), terá como tema central “Os desafios de envelhecer no século 21 e o papel das políticas públicas”.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) prospecta que a população idosa deve dobrar no Brasil até o ano de 2042. Em 2017, o país tinha 28 milhões de idosos, o equivalente a 13,5% do total da população. Em dez anos, essa porcentagem deve chegar a 17,4% (38,5 milhões de pessoas). Em 2042, a previsão é de que o Brasil conte com uma população de 232,5 milhões de habitantes, desse total 57 milhões serão idosos (24,5%).

A prefeita Rosana Martinelli, destaca a importância da assistência adequada a esse público e o reconhecimento de sua contribuição ao desenvolvimento e história do local onde residem. “Deveria ser desnecessário falar que temos que respeitar nossos idosos e seus direitos, mas, infelizmente, a realidade é diferente. É uma população que contribuiu com a formação moral, cívica e profissional de muitas outras pessoas e que, nessa fase da vida merece ter acesso a políticas públicas, ações e estrutura que lhe gerem uma qualidade de vida melhor e digna”, frisa Rosana Martinelli.

A programação da Conferência terá palestras que discutirão o fluxo de atendimento ao idoso no Ministério Público de Sinop; o envelhecimento em seus aspectos físicos, psicológicos e sociais e as políticas públicas de previdência e assistência social ao idoso.

O secretário municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Ademir Bortoli, acrescenta que é importante que a população, de maneira em geral, tenha noções básicas sobre o processo de envelhecimento, para que respeite e valorize mais o idoso. “É uma população que deve ultrapassar o número de jovens até 2030 em nosso país. É um grupo que tem demandado muito das políticas públicas e da atenção dos órgãos públicos. Conquistamos a longevidade da população e é preciso um olhar com mais profundidade sobre as necessidades dessas pessoas, para que elas possam envelhecer com seguridade social, saúde física e psicológica e com opções que melhorem sua qualidade de vida”, observa.

De acordo com a coordenadora da Casa de Conselhos, Mara Cristiane Meyer, a Conferência deve gerar um documento que será encaminhado ao Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa. “O Conselho recebe os apontamentos de todos os municípios do Estado e deve escolher cinco propostas que serão encaminhadas a esfera nacional. Evoluímos em debate, em número de participantes e na aplicação de políticas públicas para esse público alvo”, complementa Mara Cristiane.

De acordo com dados da secretaria municipal de Assistência Social, oriundos de atendimentos no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), em 2018, foram registrados seis casos de violência intrafamiliar (física, psicológica e sexual) contra idosos e outros 11 casos de negligência ou abandono de pessoa idosa em Sinop.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, Marilda Assenção, relembra que é fundamental que a sociedade denuncie todos os casos. “Temos o Disque 100 para denúncias. O Conselho acompanha essas demandas. É realizado todo um atendimento do idoso no CREAS e nos CRAS, inclusive fazendo um trabalho junto à família, quando necessário”, informa Marilda.

Este ano, a cidade de Cláudia realiza sua 5ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa em parceria com Sinop. Devem participar 25 idosos do município vizinho. A expectativa é de que, ao todo, 300 pessoas participem da conferência. O evento é aberto a toda população.

O evento será realizado na próxima sexta-feira (22/03), a partir das 07h30, no Clube dos Idosos Dom Henrique, localizado na Rua das Caviúnas, 774, Setor Comercial de Sinop.

Confira a programação.

07h30 – Credenciamento

– Coffee break

– Apresentação Cultural

08h – Composição do Dispositivo de Honra

– Execução do Hino Nacional

– Abertura oficial

08h45 – Leitura e aprovação do Regimento Interno

09h30 – Palestra – “O fluxo de atendimento ao idoso no Ministério Público de Sinop”

Facilitadora: Angélica Aparecida Valentin

Assistente Social do Ministério Público

10h15 – Palestra – “O envelhecimento: aspectos físicos, psicológicos e sociais do envelhecimento”

Facilitadora: Cristina Oliveira Derré da Costa

Médica Geriatra

11h – Palestra – “Políticas Públicas de Previdência e Assistência Social ao idoso”

Facilitadora: Elaine Martins da Silva Souza

Assistente Social do INSS

11h45 – Encerramento das atividades matutinas

13h30 – Grupos de Trabalho

15h30 – Plenária Final – Apresentação e aprovação das propostas

Eleição dos Delegados para a V Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa

17h – Coffee break

Encerramento

 

 

Fonte assessoria

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias Relacionadas

Endereço: Rua Ema Klunk, 274 - Jardim Safira - Sinop/MT CEP:78.551-366 CNPJ: 37.095.341/0001-06 Razão Social: M. L. JORDAN LTDA Nome Fantasia: Site Só Informação