Mato Grosso, Quinta-Feira, 21 de Outubro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
OPERAÇÃO RESARCIRE

CCO cumpre 13 mandados de prisão contra grupo especializado em estelionato pela OLX

O prejuízo financeiro das vítimas é estimado em, aproximadamente, R$ 400 mil

Da Redação

07/10/2021 às 09:18

CCO cumpre 13 mandados de prisão contra grupo especializado em estelionato pela OLX

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil, deflagrou na manhã desta quinta-feira (07), a 'Operação Resarcire', com objetivo de cumprir 28 mandados judiciais contra alvos de uma organização criminosa voltada à prática de crimes de estelionato. As ordens de prisões, buscas e apreensões, sequestros de bens e bloqueios de contas bancárias são cumpridas em Mato Grosso, São Paulo e Santa Catarina, e contam com apoio das polícias civis dos respectivos estados.

As investigações efetuadas pela GCCO identificaram uma organização criminosa que se especializou em golpes de estelionato utilizando um site de compra e venda e também por meio da clonagem de anúncios.

O prejuízo financeiro das vítimas é estimado em, aproximadamente, R$ 400 mil em um período de apenas três meses e atingiram vítimas em seis estados - Mato Grosso, São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e Rondônia.

No total, são cinco prisões preventivas, oito prisões temporárias, 15 mandados de buscas e apreensões e ainda o sequestro de bens móveis e bloqueio de contas. 

A Polícia Civil de Mato Grosso apura os crimes de organização criminosa, estelionato e lavagem de dinheiro. 

De acordo com o delegado titular da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, os líderes da organização criminosa são de Mato Grosso, São Paulo e Santa Catarina.

O trabalho investigativo apurou que esse grupo, composto por cinco pessoas, aplicava os golpes, criava os anúncios falsos e cooptava novos integrantes-correntistas. 

Noventa policiais civis da GCCO e das demais unidades da Diretoria de Atividades Especiais da Polícia Civil de Mato Grosso estão envolvidos no cumprimento dos mandados na Operação Resarcire, com apoio de equiipes das Polícias Civis em São José do Rio Preto (SP) e Balneário Camboriú (SC). 

 

Fonte - Olhar Direto