Mato Grosso, Quarta-Feira, 22 de Setembro de 2021
Logo Só Informação
Informe Publicitário
PROIBIDO POR LEI

Candidato as eleições suplementares de Acorizal desfila em caminhão de lixo para fazer campanha

A lei proíbe expressamente tal aparição

Da Redação

23/07/2021 às 20:26

Candidato as eleições suplementares de Acorizal desfila em caminhão de lixo para fazer campanha
Foto do Prefeito desfilando em caminhão de lixo

Prefeito interino de Acorizal Benna Lemes (DEM), candidato a vaga eletiva para a prefeitura municipal nas eleições suplementares de 2021, desfila pela cidade apresentando o novo caminhão de lixo adquirido com recursos públicos (patrimônio municipal) em pleno PLEITO ELEITORAL 

Para a lei eleitoral vigente no nosso País fazer promoção pessoal, com vistas a benefícios de cunho político, utilizando-se de bens públicos, adquiridos com recursos do povo é  CRIME! 

O art. 77 da Lei Eleitoral  n.º 12.034, de 29 de setembro de 2009, destaca:
É proibido a qualquer candidato comparecer, nos 3 (três) meses que precedem o pleito, a inaugurações de obras públicas.        
Parágrafo único
A inobservância do disposto neste artigo SUJEITA O INFRATOR à cassação do registro ou do diploma. 

Portanto, a atitude promocional do candidato a prefeito de Acorizal é REPROVÁVEL, e a sociedade não tolera mais esses abusos de poder público,  quando a máquina pública curva-se aos interesses pessoais de um dado cidadão ou grupo político. 

É um desrespeito a lei, ao pleito politico mas principalmente ao eleitor, o homem público não faz mais que a obrigação em trazer benfeitoria ao municipe, mas quando ele usa seja o que for para tentar burlar o pleito as autoridades precisam estar atentas e punir com severidade tais ações.