Mato Grosso, Domingo, 12 de Julho de 2020
Logo Só Informação
Informe Publicitário
CORONAVIRUS

CDL E ACES entregam pedidos do comércio para prefeita

O documento entregue pela entidades oficializou a conversa iniciada na ultima terça-feira

Da Redação

19/03/2020 às 14:27

CDL E ACES entregam pedidos do comércio para prefeita

Preocupados também com a SAÚDE ECONOMICA de Sinop as entidades representantes do comércio local, Câmara de Dirigentes Lojistas de Sinop – CDL e a Associação Comercial E Empresarial De Sinop – ACES, protocolaram com a Prefeita Rosana Martinelli e com o Secretário de Finanças Astério Gomes um documento reivindicando medidas que diminuam os efeitos da Pandemia do Coronavirus na economia da cidade.

Foi solicitado:

-Criação de um gabinete de GESTÃO DE CRISE exclusivamente para avaliar as demandas ECONÔMICAS advindas da Pandemia do Coronavírus,
- Diferimento do prazo de pagamento do IPTU por 3 meses,
- Diferimento do prazo de pagamento da Taxa de Lixo por 2 meses,
- Diferimento do prazo de pagamento do ISSQN por 3 meses,
- Atuação junto as concessionárias de água, esgoto e energia solicitando o diferimento do prazo de pagamento das faturas empresariais por 2 meses,
- Atuação junto as concessionárias de água, esgoto e energia solicitando a proibição de cortes de energia e água nestes períodos de isolamento e quarentena,
- No prazo de 4 meses avaliar a economia local para instituir o REFIS 2020.

“Estamos muito preocupados com a saúde e a vida das pessoas sim, mas não podemos esquecer a saúde econômica da cidade e neste aspecto essas medidas são necessárias”, explicou o presidente da ACES Kayton Gonçalves.

 “Nos baseamos nas medidas que estão sendo tomadas nas esferas estadual e nacional e pensamos também no tempo que a economia vai demorar para voltar ao normal depois que passar esse momento crítico”, destacou o presidente da CDL Marcos Antonio Alves.

O documento entregue pela entidades oficializou a conversa iniciada na ultima terça-feira quando aconteceu uma reunião mais ampliada para tratar sobre o Decreto Municipal do Covid-19. Tanto a prefeita como o secretario receberam as entidades de portas abertas e, confirmando o dialogo franco, viram as reivindicações como justas e possiveis de serem atendidas.

“A primeira coisa que faremos é um estudo para avaliar a melhor proposta a ser implementada, especialmente em relação ao ISSQN, mas para as demais não vejo dificuldades”, pontuou o secretario Gomes.

“A prefeitura sempre trabalhou pensando no empresário porque sabemos da importancia dele para economia de Sinop e vamos avaliar cada ponto com muita responsabilidade para garantir que nossa economia sobreviva a este momento, respeitando todas as exigencias legais”, finalizou a prefeita Rosana Martinelli explicando que o proximo passo e a apresentação destas demandas para o Gabinete de Gestão de Crise.