Mato Grosso, Quarta-Feira, 1 de Abril de 2020
Logo Só Informação
Informe Publicitário
BARRA DO GARÇAS

Gaeco deflagra operação “Boca Fechada” em combate ao tráfico

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, em diferentes localidades da Cidade

Da Redação

21/02/2020 às 11:04

Gaeco deflagra operação “Boca Fechada” em combate ao tráfico
reprodução

Na manhã desta sexta-feira (21), foi deflagrada a operação “Boca Fechada”, numa iniciativa da 1ª Promotoria de Justiça Criminal da Comarca de Barra do Garças em cooperação com o Gaeco – Núcleo Operacional do Polo Regional de Barra do Garças -, cujos trabalhos contaram com a participação efetiva das Polícias Civil, Militar e Penal, formando com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso uma Força Tarefa de Combate ao Tráfico de Drogas na Cidade de Barra do Garças.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, em diferentes localidades da Cidade, visando alvos estrategicamente investigados durante os trabalhos de apuração pelo Gaeco, tratando-se de pessoas altamente envolvidas com o tráfico de drogas, com inúmeras passagens pela prática de diversos crimes, alguns inclusive já condenados, todos eles vinculados a pontos de venda de entorpecentes que já vinham sendo monitorados pelas Polícias.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo Juiz de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Barra do Garças, Douglas Bernardes Romão, que acatou os pedidos formulados pelo Ministério Público, permitido a deflagração da Operação e o êxito dos trabalhos.

A força-tarefa envolveu 41 policiais civis, 24 policiais militares, um agente prisional e cão farejador, dois promotores de Justiça e três agentes do Gaeco, sendo que as Polícias Civil e Militar disponibilizaram no total 14 viaturas e oito motos para a execução dos trabalhos, garantindo o êxito das buscas realizadas na véspera de Carnaval.

Até o momento foram desarticulados seis pontos de venda de drogas (bocas de fumo), efetuadas cinco prisões em flagrante de alvos investigados na Operação, diferentes tipos de drogas (maconha e pasta base), petrechos, armamento e dinheiro do tráfico.

O Gaeco de Barra do Garças foi recentemente implantado por iniciativa do procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, tendo como coordenador regional o promotor de Justiça, Mauro Zaque de Jesus, contando a unidade atualmente com a atuação de dois promotores de Justiça, quatro agentes policiais (policiais civil e militares) e três analistas.