Nilson Leitão se reúne com ministro da Educação e pede criação da Universidade do Norte de Mato Grosso

image3255795O requerimento inicial foi apresentado à mesa diretora da Câmara dos Deputados na semana passada e ontem à noite, foi entregue pessoalmente pelo parlamentar durante audiência com o ministro Mendonça Filho. Nilson Leitão estava acompanhado do vereador Fernando Assunção, Wolgran Araújo e do deputado estadual Dilmar Dal´Bosco.

O parlamentar lembrou a luta para transformar Sinop em um polo educacional. Destacou os avanços dos últimos anos, como a conquista da Faculdade de Medicina no campus da UFMT no município, mas ressaltou a necessidade de uma universidade com autonomia de gestão, que possa crescer com foco nas necessidades da região.

“Com o enfraquecimento da atividade madeireira, Sinop encontrou sua vocação na educação. Somos hoje, talvez, o maior polo educacional de Mato Grosso. Temos dezenas de cursos de graduação e milhares de estudantes, inclusive de outras cidades da região e do País. Por isso buscamos a criação de Ufenorte. Uma universidade autônoma trará melhor qualidade de ensino e ampliará a oportunidade de graduação para nossos jovens”, disse Leitão.

Em 2007 o senador Jayme Campos apresentou um projeto de lei no Senado, que apesar de ser aprovado nas comissões pertinentes, não avançou. Em 2013 o vereador Fernando Assunção cobrou da tribuna da câmara de vereadores a votação do projeto no Congresso Nacional e há um ano apresentou indicação aos deputados Nilson Leitão e Dilmar Dal´Bosco pedindo empenho para a questão.

Durante a audiência com Mendonça Filho, Assunção disse que a criação da Ufenorte faz parte de um olhar estratégico para a região. “A autonomia atende a uma política territorial de desenvolvimento da Amazônia Legal. Com certeza absoluta, estaremos atendendo a um público de mais de 40 cidades da região norte de Mato Grosso e também da região Sul do Pará. Tivemos diversas conquistas nos últimos anos, mas não podemos achar que isto basta. Avançar na educação é garantir melhor qualificação para o mercado de trabalho e por consequência, melhoria na qualidade de vida de nossa gente”, justificou o vereador.

O deputado Nilson Leitão aproveitou a oportunidade do encontro com o ministro para pedir que o MEC reavalie a possibilidade da permissão para cursos fora da sede, também chamados de cursos modulares. Nesta modalidade, cursos de ensino superior são ofertados em cidades distantes daquelas que possuam campus universitário e os professores se revezam na aplicação das disciplinas. A estrutura de salas de aula fica sob responsabilidade das prefeituras municipais.

Leitão também tratou de emendas de sua autoria e protocolou documentos.

 

 

 

Fonte Assessoria

Comentários