Segurança Pública deflagra operação de combate à criminalidade

0
208

Operação Bairro Seguro-7Forças de Segurança Pública de sete estados das regiões Centro-Oeste e Norte do país deflagraram, na manhã desta sexta-feira (23.09), uma nova edição da Operação Brasil Central Seguro.

Em Mato Grosso, cerca de dois mil profissionais das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) integram ações para o combate aos crimes patrimoniais e ao tráfico de armas e drogas pela região.

A mobilização abrange o cumprimento de 299 mandados de prisão e de apreensão de adolescentes e 274 de busca e apreensão em todas as regiões do estado. Somente na região metropolitana, serão cumpridos 95 mandados de prisão e de apreensão de adolescentes e 16 mandados de busca e apreensão.

Todas as delegacias regionais e especializadas foram mobilizadas. As unidades especializadas da Polícia Militar também participam da operação, que terá o apoio das aeronaves do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Ao longo de 24 horas, estão previstas ações como blitzes, bloqueios, saturações, abordagens a pessoas e fiscalização de veículos. Estabelecimentos comerciais serão vistoriados pelo Corpo de Bombeiros, com o apoio de órgãos de fiscalização municipais.

“Nosso objetivo hoje é demonstrar que a integração das forças de Segurança Pública é capaz de transformar a vida das pessoas, fazendo com que cidadãos de bem se sintam mais seguros”, disse o secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas.

Em um vídeo de incentivo às forças de Segurança Pública, o governador Pedro Taques mencionou a importância da articulação entre os estados para o combate às organizações criminosas que, segundo ele, “não respeitam divisas territoriais”.

“Já passou o tempo em que só o crime era organizado. Hoje, aqui no Brasil Central, estamos organizando a repressão, a inteligência e a prevenção aos crimes”, afirmou o governador.

Integração

A articulação chamada de Consórcio Brasil Central Seguro reúne forças de Segurança Pública de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Maranhão, Tocantins, Bahia e do Distrito Federal.

Além de operações conjuntas, o grupo prevê ainda ações articuladas de inteligência, além de gestões como a que permitiu a instalação, no dia 1º de julho, em Brasília (DF), de um Comitê Integrado de Inteligência, reunindo profissionais de todos os estados participantes.

Em agosto deste ano, em um encontro realizado na cidade de Bonito (MS), governadores de todos os estados participantes assinaram o Pacto Interestadual de Segurança Pública Integrada, com o objetivo de combater organizações criminosas, o tráfico de drogas e armas, roubos de veículos e cargas, assaltos a instituições financeiras, dentre outros crimes.

 

 

 

Fonte Assessoria

Comentários