Força tarefa contra Aedes Aegypti consegue reduzir índice de infestação para 0,5% em Sinop

????????????????????????????????????

Após o município declarar situação emergencial de saúde pública e ter desenvolvido um plano emergencial de combate ao Aedes Aegypti, que contou com a participação de 80 Policias Militares, 04 soldados do Corpo de Bombeiros, 07 oficiais da aeronáutica, 13 soldados e oficiais do exército, 150 agentes comunitários de saúde e 57 agentes de endemias, os resultados foram satisfatórios.

Como consequência da mega operação, foram retiradas mais de 70 caçambas de lixo doméstico que estavam servindo de depósito de água parada e criadouro do Aedes e a realização dos bloqueios de casos com as bombas costais motorizadas em 35 bairros endêmicos da cidade e continuação deste processo nos demais bairros.

Destaque também para os trabalhos de conscientização. Durante este período foram realizadas atividades educativas em todas as escolas (estaduais e municipais),creches e algumas empresas.

A operação teve ainda dois outros ciclos, no qual os agentes comunitários e os de combate a endemias tomaram frente dos trabalhos. A quarta etapa ainda está em execução.

Redução dos índices do Aedes Aegypti.

No último Levantamento de Índice Rápido pro Amostragem(LIRA), o índice alcançado em abril de 2016 foi de 0,5%, sendo que o compromisso do município era o de diminuir para 1%, valor este recomendado pelo Ministério da Saúde. Se comparado com novembro quando o índice marcava 2,5% o resultado é bastante satisfatório.

Quanto as notificações dos casos de dengue, no primeiro quadrimestre de 2015 foram registrados 1749. No mesmo período de 2016, houve significativa queda, apresentando 1340 notificações da doença.

O departamento de combate a endemias continua com os trabalhos de visitas domiciliares e bloqueios de casos durante todo o ano.

 

 

 

Fonte Assessoria

Comentários