Secopa terá 24 dias para construir estacionamento

arena pantanal 01
Imagem Ilustrativa

A Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) terá 24 dias para demolir todos os boxes, limpar a área, pavimentar e sinalizar o estacionamento da Arena Pantanal que vai ocupar a área onde hoje funciona o Terminal Atacadista do Verdão. A previsão da Prefeitura de Cuiabá é entregar a área ao governo do Estado até o dia 20 de maio.

A mudança depende da reforma dos barracões da antiga Companhia de Armazéns e Silos de Mato Grosso (Casemat), no Distrito Industrial, para abrigar o novo terminal atacadista. Secretário municipal de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Elias Andrade, disse que as obras nos 2 galpões de 6,4 mil m2 iniciaram em 11 de março, pois o Estado entregou oficialmente a área com regime de comodato por 10 anos, no dia 28 de fevereiro. A empreiteira Aroeira Construções é responsável pela execução da obra que vai custar aos cofres públicos R$ 4,076 milhões. Outros R$ 1,2 milhão serão investidos no asfaltamento do estacionamento, paisagismo e urbanização da área.

“As equipes estão trabalhando das 7h às 20h, 21h. Também trabalham aos finais de semana. Embora a chuva esteja atrapalhando, temos o prazo máximo de 20 de maio para fazer a mudança dos permissionários e entregar a área para a obra do estacionamento”. 
Cerca de 20% dos atuais permissionários vão ficar de fora do novo espaço. Há 164 vagas para mais de 200 atacadistas de grande e pequeno porte. A prioridade será para quem está adimplente. A dívida dos permissionários com a prefeitura está estimada em R$ 559 mil.

A quitação dos débitos e as certidões negativas com o município, FGTS, INSS, Associação dos Atacadistas serão fundamentais para seleção dos atacadistas que vão para a nova área. “Tem gente que está há mais de anos sem pagar impostos, que não registram seus funcionários, isso é inadmissível pois se trata de uma permissão pública. Eles são empresários e por dia vendem cerca de R$ 1 milhão em mercadorias e deveriam estar regularizados”, diz o secretário.

Dos 205 permissionários, cerca de 50 estão em situação irregular e no terminal atacadista há 24 lanchonetes, mas no novo espaço haverá espaço para apenas 2.

OUTRO LADO – Presidente da Associação dos Permissionários do Terminal Atacadistas do Verdão (Apetec), Luciano Souza diz que a mudança marcada para maio deve ser tumultuada pela falta de espaço para todos. “Estamos lutando para que todos os permissionários sejam contemplados pela prefeitura. Mesmo quem esta adimplente não tem garantias de conseguir um box no novo terminal”.

Fonte – Gazeta Digital

Comentários