Diretoria do Sinop mantém técnico e deve contratar até 4 jogadores para Série D

O presidente do Sinop Futebol Clube, Dilceu Dal Bosco, disse em entrevista coletiva, esta tarde, que o treinador do Galo, Paulo Foiani, continuará no comando do time para disputar o Campeonato Brasileiro da Série D, previsto para iniciar no próximo dia 21.

O único desfalque é o preparador de goleiros, Felipe do Nascimento, que se mudará para os Estados Unidos e deixa o time. Ainda segundo o presidente, para esta competição alguns atletas que disputaram o Estadual serão dispensados, não foi revelada a lista, e há contatos para contratar até quatro jogadores para o Brasileirão e reforçar o time.

“O técnico e comissão fizeram um bom trabalho, chegando até a final do mato-grossens e isso levou a mantê-los para o campeonato. Nós não deixamos nada a desejar taticamente e tecnicamente, mas infelizmente, esbarramos naquilo que é de pior no futebol que é a arbitragem. Nós pontuamos, avisamos, mas não teve jeito e o fato consumou justo não momento em que não podia. Aqui em Sinop e lá em Cuiabá não quero nem falar (referindo-se a arbitragem que era de Cuiabá, justo o time em que Galo estava disputando a final do Estadual e acabou derrotado). Mas, a comissão técnica não teve nada em que desabone, muito pelo contrário, fez um ótimo trabalho”, elogiou. O Sinop perdeu o jogo de volta por 3 a 1 com dois pênaltis para o campeão Cuiabá e ficou, pelo terceiro ano seguido, com o vice-campeonato.

Já em relação aos jogadores que serão dispensados o presidente disse que foi uma escolha em conjunto da diretoria e que todos estão em comum acordo e que, na próxima semana, devem haver as dispensas. Por outro lado, novos serão contratados de Mato Grosso e de outros Estados. “Ainda estamos em negociação, por isso não posso adiantar, também tem a concorrência que está de olho, mas serão atletas dentro da realidade do clube e é claro que acaba de disputar algum campeonato. Afinal eles tem que estar em condição de jogo para iniciar a Série D”, finalizou.

Já para o técnico Paulo Foiani, esta será a quarta Série D da sua carreira e disse que seria necessário contratar mais jogadores para disputar a competição. “ É desejo de todos contratar mais peças, mas nós temos que viver nossa realidade. No Estadual, por exemplo, nós fomos a única equipe que perdeu quatro atletas, dois por lesão e dois foram embora. Nós não repomos porque para contratar tem que ter dinheiro, para mandar embora também tem que ter dinheiro, os atletas tem contrato. Mas, dentro da nossa expectativa nós já temos uma base preparada e isso já é um passo positivo para o competição que vai iniciar”. A previsão é para os novos contratados chegarem antes do clube começar a disputar a competição

O Sinop está no Grupo A11, ao lado do Aparecidense (GO), Ceilândia (DF) e Novo (MS). Sua estreia é no domingo (22), contra do time do Distrito Federal, no estádio Abadião, às 15h. Na segunda rodada pega o Novo, domingo (29), no Gigante do Norte, o horário ainda será confirmado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Comentários