Sorriso vai sediar primeira Base de Combate a Incênido para atender Amazônia Legal

O que parecia um sonho distante ou quase impossível, quando as discussões tiveram início, em 2010, vai se tornar realdiade às 9 horas do dia 21 de fevereiro de 2018: a criação e implantação Batalhão de Emergencias Ambientais de Mato Grosso, baseado no Aeroporto Regional de Sorriso, para atuar em toda a Amazônia Lagal.

O projeto foi apresentado pelo deputado federal Ederson Xuxu Dal Molin (PSC), na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 23), em Bonn, na Alemanha, causando frisson até mesmo nos quase sempre incrédulos ambientalistas europeus.

Além do governo de Mato Grosso, o projeto envolve também os Ministérios da Aeronáutica, por sua expertise e estrutura logística; e o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), responsaél por liberar uma estruta da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Sorriso, que estava desativada há anos, para servir de almoxarifado cenral.

“Mato Grosso liderou a criação da primeira base regional de combate a incêndios florestais da Amazônia Legal. Vamos reunir todos os estados da Amazônia Legal e até países, como Peru e Colômbia, fazendo parte da um único Batalhão de Combate ao Fogo. E  Mato Grosso está na vanguarda disso”, observou Xuxu Dal Molin.

O comandante do Batalhão de Emergências Ambientas do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, tenente-coronel Paulo Barroso, que é mestre em defesa e segurança civil, esteve em Portugal, para treinametno mundial de bombeiros. Desta forma, poderá comandar até mesmo tropas internacionais.

“É um trabalho que nasceu pequeno, lá atrás, agora criou dimensão internacional. Porque é a primeira unidade da Amazônia Legal. Isso incluindo a Amazônia peruna e a Amazõnia colombiana. Toda Amazônia Legal vai trabalhar junto, a partir de Sorriso”, observou o parlamentar social cristão, ao enaltecer a visão estratégica do comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel BM Alessandro Borges Ferreira.

De forma genérica, Xuxu destacou também o apoio irrestrito dos secretários de Estado de Segurança que passaram nos últimos anos – Mauro Zaque Jesus, Fábio Galindo e Rogers Jarbas. Todos sempre confiaram no projeto da Base Reginal da Amazônia, com sede em Sorriso. O atual secetário de Segurança é o delegado Gustavo Garcia.

O deputado do PSC entende que o trabalho vai crescer paulatinamente, envolvendo os governos estadual e federal, além de outros países, mas a estutura incial já e razoável. “Temos aviões e helicópteros e certamente vão ser adquiridos mais equipametnos. O foco principal é a proteção da floresta. Por isso, solicitamos ao ministro Blario Maggi [da Agricultura] para disponibilizar uma unidade da Conab, em Sorriso, que atualmente está abandonada. Ele nos atendeu prontamente e o local vai servir de almoxarifado central, onde os equipamentos vão ficar guardados”, sintetizou Dal Molin.

Para Xuxu Dal Molin, o projeto crsceu demais e saiu do foco só da floresta, mas, também, para sustentabildiade da produção. “Vai garantir a segurança das pessoas, no campo. São aeronaves, com policiais. Podem executar serviços de segurança e resgate de vítimas de acidente, queimadas e outros sinistros. O Batalhão vai proteger nossas florestas, vai dar sustentabilidade para a nossa produção e proteger a nossa população”, concluiu Dal Molin.

Fonte:olhar direto

Comentários