Prefeito de Feliz Natal é absolvido por unanimidade da acusação de compra de votos

0
1872

Em decisão unanime, o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso absolveu o prefeito de Feliz Natal,Rafael Pavei e seu vice, Mauro Riboldi  da acusação de compra de votos através de cestas básicas a uma comunidade indígena no município.

Por 7 votos a 0, Rafael foi absolvido de forma unânime da acusação de compra de votos nas eleições de 2016.

A ação de cassação pelo crime eleitoral de compra de votos foi ingressada na Justiça eleitoral de Sorriso, que num primeiro momento foi julgado pelo juiz eleitoral da 36 zona eleitoral, Anderson Candiotto, que decidiu pela não cassação da coligação administrar com respeito e responsabilidade.

Após decisão em Sorriso a coligação do ex-prefeito Toni Dubiella, recorreu junto ao TRE que manteve de forma unanime a decisão de primeira instância

Conforme o advogado de defesa da coligação,  João Paulo Fanhani, não haviam provas da pratica ilícita realizada pelo prefeito Rafael e seu vice.

Na defesa o advogado sustentou diante da corte que as testemunhas ouvidas foram unanimes em afirmar que não foram beneficiadas com cestas básicas durante a campanha. Com as provas apresentadas a corte decidiu pelo não prosseguimento de recurso para cassação do prefeito.

 

 

 

Fonte Marcia Jordan

 

 

 

Comentários