Município estaria pagando duas vezes por exames realizados pela UPA de Sinop

0
756

O Posto de Coleta e Farmácia Regional André Maggi I, está realizando exames que são de obrigação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que é terceirizada para a Ocipe Adesco, segundo a coordenadora do local este fato já vem acontecendo há algum tempo e todos os dias são realizado vários exames.

“A UPA tem encaminhado exames aqui para nosso posto de coleta há algum tempo, estamos realizando os exames que não são de urgência da UPA, desde o início do ano para a ADESCO. Alem disso atendemos 13 postos de saúde da região.” Disse a funcionária responsável pelo Posto de Coleta.

A Agência Desenvolvimento Econômico e Social Do Centro Oeste (ADESCO) é responsável por toda a demanda da UPA, o município paga por todos os serviços realizados na Unidade de Pronto Atendimento, a realização de exames pelo laboratório do município é proibido e pode ser considerado improbidade administrativa, já que, a OSCIP já recebe pelo serviço.

O Vereador Dilmair Callegaro (PSDB), fez uma denúncia em plenário nesta segunda-feira (07) sobre o fato ocorrido, e teve o apoio de seu colega de plenário Hedvaldo Costa (PR), Dilmair cobrou explicações do Secretário de Saúde, Marcelo Roberto Klement,UPA que estava na Câmara acompanhando a sessão, o Secretário interino disse ser ilegal tal procedimento e alegou desconhecer a informação. O assunto gerou muita discussão e uma reunião foi marcada para próxima quarta-feira (09).

O município está tentando trocar a empresa que administra a UPA, um processo licitatório foi marcado, mas a Justiça impediu através de liminar a abertura de propostas alegando ter uma ação na justiça e até que o fato seja julgado o processo seria nulo, a Prefeitura recorreu no Tribunal de Justiça (TJMT) e até decisão contraria o município é obrigado a continuar com a ADESCO responsável pela UPA ou reassumir a gestão.

Da redação Rudy Roger

Comentários