Lideranças e centenas de pessoas bloqueiam BR 163 em Sinop para cobrar do Governo reabertura do Hospital Regional

0
175
Foto: Rudy Roger

Prefeitos, vereadores, entidades representativas, servidores do Hospital Regional e populares, bloquearam a BR 163 no Bairro Alto da Glória em Sinop, para protestar contra o caos na saúde pública nos Hospitais Regionais de Sinop e Sorriso, ao todo representante de oito municípios se fizeram presente no manifesto.

A mobilização começou na Praça da Bíblia em Sinop e depois seguiu até o km 821 da BR-163, região do Alto da Gloria, em Sinop. O ato encerrou às 17h12. O protesto teve início às 16h20 e gerou um congestionamento na pista norte de 1,5 km e na pista sul de aproximadamente 2km. Às 17h47 o tráfego foi totalmente liberado, segundo informações da Rota do Oeste.

Em Sinop por exemplo, o Hospital Regional não atende mais urgência e emergência, mantendo apenas alguns poucos pacientes que estão internados. A falta de repasse por parte do Governo do Estado causou o colapso total no funcionamento da unidade hospitalar, são fornecedores que não recebem, funcionários com salários atrasados e equipamentos sucateados por falta de manutenção, é o que garante a direção do Hospital.

“As pessoas estão morrendo, eu lamento que tenhamos 24 deputados que estão preocupados em não ir para cadeia mas não estão preocupados com vidas que se perdem por falta de prioridade do Governo, é um governador covarde e irresponsável. Nós estamos trabalhando no limite a muitos meses, todos os dias promessas por políticos que não tem o pingo de vergonha na cara, desculpa a palavra mas eu preciso desabafar,  ai eu pergunto : Que governo é este que deixa pessoas morrerem por falta de atendimento?” Disse um médico do Hospital Regional que não quis se identificar ao Site Só Informação.

O Presidente da Câmara de Sinop Ademir Bortoli (PMDB), disse no manifesto que está reunindo vereadores da região norte para fazer uma caravana até o Palácio Paiaguás, e ficar acampado na Capital para exigir que o governo coloque a saúde em dia. ” Nós vamos para Cuiabá se for o caso, vamos acampar na frente do palácio do Governador, ele não tem compromisso com a saúde do interior, então vamos a Cuiabá exigir deste governo que tenha o minimo de respeito as pessoas e priorize a saúde ao invés de VLT, é uma questão de prioridade entre pagar obras da copa e não deixar pessoas morrer! A vida tem que ser o bem maior para um governo e não pagar obras super faturada.”  Concluiu Ademir Bortoli em seu discurso.

Segundo estimativas da Secretaria Municipal de Saúde, varias pessoas já morreram na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) por falta de atendimento especializado, caso o Hospital Regional de Sinop estivesse atendendo  vidas teriam sido salvas é o que garante o Secretário de Saúde de Sinop, Marcelo Klement.

Segundo a Prefeita Rosana Martinelli (PR), o movimento em prol da saúde continuará, um prazo de até quinta-feira foi dado ao governo para que quite os débitos, caso isso não aconteça a BR 163 será trancada mais uma vez, alem de lideranças da região norte irem até a capital: “Nós vamos esperar até quinta, caso o Governador não coloque em dia a saúde vamos trancar quantas vezes forem necessário a BR 163, além de ir a Cuiabá em comitiva e invadir a Assembléia Legislativa e Palácio Paiaguás. Os municípios estamos fazendo muito mais que a obrigação por falta de prioridade deste governo e isso é inaceitável já que vida não tem preço”. Disse Rosana Martinelli, Prefeita de Sinop.

A Secretaria Estadual de Saúde ainda não confirmou quando colocara os repasses para os Hospitais Regionais em dia, mas garantiu que está estudando meio para quitar os débitos o quanto antes.

Da redação Rudy Roger

Comentários