E começa a guerra pelo voto

1
1369

image


As eleições começam pra valer, enfim, nesta terça-feira. Três candidatos à prefeito e três à vice se habilitam em convencer o eleitor de que são a melhor opção para o município. Cada um, mostrando seus trabalhos prestados à comunidade, embora uns mais e outros menos.

O senhor eleitor tem algumas opções e poderá escolher qual maneira de gestão governará Sinop pelos próximos quatro anos, lembrando que, com o fim da reeleição, quem ganhar só ficará na administração por um mandato.

Apoiada pelo prefeito Juarez Costa (PMDB) e pelo Deputado Estadual Silvano Amaral (PMDB), há Rosana Martinelli (PR), que depois de muita discussão definiu como vice, o apresentador Gilson de Oliveira (PMDB). Os dois têm como discurso a continuidade. Para estes candidatos, tudo em Sinop está ótimo, lindo e que eles são a certeza, assim, o grupo e modus de administração serão os mesmos, as mesmas caras, as mesmas pessoas.

Sem o apoio de Juarez e sem ser oposição vem Dalton Martini (PP) com o vice Joselito Backes (PDT), o homem do Bob’s. Dalton terá o apoio dizem que oculto do Ministro Blairo Maggi. Oculto porque o presidente da república, Michel Temer, proibiu o rei da Soja de apoiar os candidatos de Sinop e Cuiabá. Segundo Temer isso poderia gerar constrangimento, já que todos são da base aliada. Assim, o maior apoiador do candidato à prefeito não virá do palanque da Frente Alternativa. Dalton segue com um grupo pequeno, mas com velhos conhecidos, como Mauri Rodrigues de Lima, Oseas Lima e Adenir Barbosa que declararam apoio ao vereador e agora candidato à prefeito.

Como oposição, a população tem a candidatura de Roberto Dorner (PSD) e Fernando Assunção (PSDB). Dorner tem como discurso a mudança e alternância do poder. O empresário destaca o alinhamento político, já que conta com os apoios do Governador Pedro Taques (PSDB), vice-governador Carlos Favaro (PSD), Deputado Federal Nilson Leitão (PSDB), Deputados Estaduais Dilmar Dal’Bosco (DEM) e Baiano Filho (PSDB) e Felipe Guerra. O discurso do alinhamento político tão usado no passado por Juarez, desta vez estará nas mãos de Dorner e Assunção.

As eleições prometem ser as mais quentes da história de Sinop. Há quem diga que alguns candidatos já fizeram o comitê da maldade, logo, baixarias não faltarão. Um dos comandantes de um destes comitês é o “comendador”, que tem, segundo os comentários, várias informações privilegiadas, já que esteve em todos os lados, e alguns garantem que ele não polpará esforços para desestabilizar os adversários.

O mais importante é que o eleitor esteja atento às propostas de todos os candidatos, à vereador e à prefeito de Sinop. Que a campanha fique no campo das propostas e que cada candidato saiba que Sinop merece mais que baixaria e apelação no processo eleitoral. Tomara que os candidatos saibam o tamanho de Sinop e a grandeza de seu povo, aguardemos!!!

Comentários