Ceará larga na frente, mas cai de ritmo de novo e Luverdense empata

0
113

Em um jogo morno e de poucas emoções para os quatro mil torcedores que pagaram ingresso para sentar nas cadeiras da Arena Castelão, Ceará e Luverdense ficaram no empate em 1 a 1, na noite desta sexta-feira (16). Depois de começar com maior posse de bola e abrir o marcador no primeiro tempo, o Vovô perdeu espaço na etapa final, o que fez com que o LEC fosse dominando as ações aos poucos e empatasse.

Rafael Carioca marcou para os donos da casa e Léo Cereja empatou para os visitantes.

Com o resultado, o Ceará fica provisoriamente na 8ª posição, com 11 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado com a realização do restante dos jogos da rodada, neste sábado. O Luverdense fica oito pontos, na 17ª colocação, mas perto de sair da zona de descenso

Na próxima rodada, o Ceará encara o Vila Nova, às 21h30, no Estádio Serra Dourada, pela 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No mesmo dia, o Luverdense está em Santas Catarina para enfrentar o Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli, só que mais cedo, a partir das 20h30.

Vantagem alvinegra

O primeiro tempo teve o Ceará com maior posse de bola. Mesmo sem criar muitas jogadas de ataque e ameaçar pouco o gol adversário, o Vovô foi quem dominou as ações do jogo. E em uma das poucas chances que teve, abriu o placar em boa trama de Roberto, que cruzou para Magno Alves. O atacante desviou com o peito e a bola sobrou para Rafael Carioca empurrar para as redes. Pelo lado do Luverdense, as chegadas ao ataque foram menores ainda. Mas, na jogada com mais perigo, Raphael Macena chegou perto de marcar em sua finalização. Com isso, os primeiros 45 minutos ficaram mesmo no 1 a 0 para os donos da casa.

Luverdense reage

Parecia que o Ceará não iria ter dificuldades novamente no segundo tempo, assim como foi com o Santa Cruz, na rodada passada. Com subidas constantes ao ataque, o Vovô não deixava espaço para que o Luverdense reagisse. Embora não levasse muito perigo, o time da casa mostrava que tinha domínio da partida. Até que, em uma jogada isolada, aos 30 minutos, Léo Cereja recebeu bola Rafael Ratão, dominou, livrou-se do zagueiro e mandou para as redes na saída de Éverson. A torcida, que já não gostava do que via, começou a reclamar com mais força. E a equipe alvinegra sentiu a pressão. Tanto que não conseguiu reagir e o placar terminou mesmo empatado.

Fonte Globo esporte

Comentários