Queda de Braço

Parece que começou uma queda de braços entre os poderes, mesmo que silenciosa ela está existindo. Em entrevista durante sessão ordinária na Câmara Municipal de Sinop nesta segunda (13), o Presidente da casa foi duro e direto na relação que pretende ter com a Prefeita caso ela continue tentando puxar o “tapete” do legislativo.

Segundo o Presidente, nenhum prefeito consegue administrar tendo a Câmara como inimiga e Martinelli (PR), tem feito de tudo para desestabilizar a relação entre os poderes, mas a paciência segundo Bortole (PMDB), tem limite.

O presidente foi claro na coletiva, se necessário trancará a pauta e não teria problema em romper de vez com a Prefeita caso ela continue com essas atitudes e já deixou claro, desta vez  não haverá perdão.

Veja o resumo da ópera.

Fato I –No caso Brandão, intimou o Presidente e vereadores para a volta do ex-parlamentar, e anda exigiu que os cargos que o ex-tinha direito fossem devolvidos a Brandão. Por duas vezes o leite azedou e até uma ameaça clara de jogar M… no ventilador a Prefeita teve que ouvir,  agora ela convive entre a cruz e a espada neste assunto que para os mais velhos na política dizem que foi desnecessário tal desgaste, afinal tem ditado velho, briga de marido e mulher ninguém mete a colher e a senhora do executivo comprou briga que não tinha a ver com a cozinha dela, agora tem que administrar ameaças.

Fato II – Este sim o pior na visão de todos os vereadores, a Prefeita entrou na Justiça para derrubar a verba impositiva e não comunicou ninguém, os vereadores foram pegos de surpresa, até porque a senhora do Executivo mandou secretários negociar parte das emendas com os vereadores e o debate foi longo, e quando menos esperavam foram notificados de tal ação. Bomba!!! O presidente está pressionado por todos e está sendo cobrado de forma firme para que se posicione em defesa implacável e dura a favor do Legislativo Municipal.

Fato III – Estaria ameaçando vereadores caso não votem no que ela determina que tiraria cargos indicados pelos nobres e colocado a bancada em saia justa, além de alguns secretários (as) do executivo não atenderem vereadores e criticado parlamentares pelos corredores.

Fato IV – Entrou na Justiça sem discutir com a Câmara para derrubar conquista dos educadores de Sinop alegando inconstitucionalidade, os professores foram pra cima dos vereadores que se posicionaram contra a Prefeita.

Fato V – A Prefeita já teria feito reunião e intimado quem é ou não da base e pediu até para aqueles que não estão a satisfeitos que saíssem da sala, sem contar que em eventos oficiais não tem colocado a Câmara nos convites erro “crasso” de boa vizinhança ex: aniversário da cidade.

Comentários